Os antigos nomes do Nome ELOHIM

PRIMEIROS REGISTROS

ENCONTRAMOS OS PRIMEIROS REGISTROS SOBRE O NOME DIVINO no livro do GENESIS em hebraico: EL, o mais antigo Nome semita; sua raiz talvez signifique Forte cf. abaixo. [Escrita: Alef+Lamed]. Surge em nomes compostos antigos, nomes de lugar ou pessoa: Betel, Israel, Daniel...

RADICAIS - SHED/ ELAHA

COM O passar do tempo, temos EL Ohim, Pleno em Poder depois contracto como Elahim; hoje, Elohim [Alef+Lamed+Hei+Yud+Mem]. E encontramos EL-Shaddai [Alef+Lamed=EL. Shin+Daleth+Yud=Shadai]. Shadai deforma-se nos radicais caldaicos She=existir+Di[dai]=divindade, ser espiritual.

EU SOU
ELOHIM apresenta-se a Moshe como «Eu Sou O Que Sou» Ehieh asher ehieh cf. Shemot/Ex 3:14: 'existo por mim mesmo'.
Y-H-W-H era lido Yahweh (=o ser) em torno de 586 a.E.C., o que se confirma ao menos pelo nome abreviado YAH [Yahu], forma poética, cf. Ex 15,2, que finaliza muitos nomes hebreus: Elias, Jeremias, Obadias, Zacarias...

EHIEH ASHER EHIEH
COMO outros verbos hebreus, Yahweh abrevia um nome original maior, que poderia ser Yahweh-Asher-Yahweh: "ele faz existir tudo o que existe". Yahveh significaria devir; vir-a-ser; sou, fui e serei [IEVE=Yud+Hei+Vav+Hei]. Correlato de Ehieh asher ehieh, eu Sou Quem Sou, o Nome dado pela Escritura cf. acima.

EM JEHOVAH temos um Qeri=''como-ler'': um erro intencional para corrigir ou proteger um verbo hebraico valioso. Consiste em aplicar as vogais de Adonai=meu senhor, sobre o verbo YHVH; resulta na leitura Yahovah. Outra forma, muito rara, Yhova, usada em poesia, pode ser mais que variedade do Qeri Iehovah.

ELOHIM e outros nomes divinos
A DIVINDADE conhece-se entre os judeus por muitos nomes a iniciar por Ain soph, o ilimitado. Adonai, o senhor. YHWH ou Ehieh=Eu Sou cf. Shemot/Ex 3,20: eu sou quem sou. Mas em cada uma das Safiras temos outro Nome, assim como outros 99, referidos pela Cabala. Tais Nomes refletem o longo percurso israelita; no sentido primitivo, antes de Abraão, 'elohim era simplesmente deus[es], divindade[s].

NO PRIMEIRO trecho do Gênesis, Elohim aparece 35 vezes, em 34 versos (Gen 1,1-2,4). Elohim expressa o concepto transcendente, sublime e majestoso de um Eterno D-us que precisa apenas falar para o mundo existir: Va-iomer Elohim iehi or va-iehi or: "e D-us disse, haja luz! E houve luz' (Gen/Ber 1,3)" liter. 'Elohim disse seja luz e seja luz'.

Os Setenta designaram o D/us de Israel pelos termos Theos ou Kyrios. [...] Traduzindo assim, afirmavam o objetivo de introduzir a Escritura no helenismo, de adaptar os nomes e conceitos da Bíblia &a grave; cultura grega. Com isso, [...] os leitores da Escritura nos idiomas ocidentais chamam o Elohim de Israel pelos nomes que seus ancestrais davam aos ídolos [...] parece preferível chamar o Elohim de Israel por Seus Nomes.

(Chouraqui).
A PESQUISA historial revela, ao menos 2 autores se revezam no texto mosaico; o mais recente, o Elohista, sempre chama O ETERNO pelo nome de Elohim='os poderes'. Corresponde ao arameu 'elaha, ao árabe 'allah.

ELOHIM foi traduzido em grego, nos Setenta (ano 282 a.E.C.), pelo verbo theos, deus=ídolo, para evitar a pecha de ateus(!) ante os ocidentais. Mas, ’elohim significa Os poderes do Criador, da Natureza, eterno foco de pensamento-luz gerador que subjaz ao cosmos. EL Ohim E' a lei natural, cf. abaixo. EL Ohim concede a Lei e sobretudo fala; diz para o homem existir, "E disse Elohim" depois o forma, "Vamos fazer o homem da nossa imagem". Ao longo da Escritura, apresenta as leis. Traduzido por Imagem [theos], significa o Para Si, as habilidades perceptivas, o Conhecimento, enfim.

O Alef inicial de ’elohim, uma letra com duas pontas verticais, acima e abaixo, em Cabala se associa ao ser humano. < I>[Alef, uma letra muda, um hiato na voz, expressa o silêncio meditativo]. Depois temos Lamed=L, um desenho sinuoso que volta acima e flutua sobre a linha das letras; depois He=H, que simboliza o ideograma de 'fortaleza', duas pontas firmemente voltadas ao solo; o Iod=Y=I longo ii, a letra inicial de YHWH, associada em Cabala ao ato criador; o Mem final, M, representa Maym, os mares primordiais; ’elohim se escreve >-L-H-I-M.

ASSIM temos um paradoxo gramatical: o D-us Uno chamado por um nome no plural com ou sem o artigo ha: ha-elohim, ou elohim. Outro paradoxo- o verbo no singular com um sujeito no plural. Os rabis ligam este Nome ao ideal de Lei Escrita, de rigor, ao conceito de leis fundamentais da natureza: Hateva.

EL

ESTE nome divino vem do idioma comum aos povos semitas. A forma verdadeira é com Alef, 'el. Surge como sufixo em muitos nomes, cf. Isra'el. Significado ainda controvertido, talvez=forte. Os eruditos dizem que vem da mesma raiz que Elon, carvalho, uma árvore excepcionalmente forte. Em muitos inscriptos, EL=forte, protetor, voluntarioso, abrigo dos fracos.

OS ERUDITOS ainda discutem se EL era o nome geral do panteon semita, ou se o nome de uma divindade particular. Alguns inscriptos fazem supor que designava o deus da misericórdia. A principal divindade cananeia tinha este nome, EL. Tal nome acha-se em numerosos registos cananeus, arameus, e no sul da Arábia. Em Ugarit, EL era o Ancião dos Dias; figurava a sabedoria e a experiência; oposto a Ba'al, o herói jovem que supera os desafios (Arquétipos iunguianos: O Velho Sábio e O Mito do Herói).

Os caldeus e assírios usavam a forma acadiana YLU, com o mes mo sentido. EL se usa para toda divindade celeste, e na Torah em especial para Elohim.

  1. O número DEVERÁ estar cadastrado no WhatsApp.
  2. Nome Completo(*)
    Entrada Inválida
  3. DDD + Telefone(*)
    Entrada Inválida
  4. Email(*)
    Entrada Inválida

Assine News

Inscreva-se para receber POR E-MAIL diariamente nossa palavra.
Nome
E-mail
Confirme E-mail


Artigos

Doe Agora

eBook - Livros!

   

Visitantes Online

Temos 209 visitantes e Nenhum membro online

Deus se importa

Se você precisa de uma palavra abençoadora para o seu coração, então clique AQUI.

Recursos

banner-monte-sinal