“O justo tem consideração pela vida dos seus animais, mas as afeições dos ímpios são cruéis” – Provérbios 12:10.
Por Vilson Ferro Martins – www.vozdotrono.com.br

Talvez você possa achar que esta mensagem é descabida, mas, se atentar para o TESTEMUNHO que um cristão deve produzir com seu viver neste mundo em relação aos que o cercam verá que faz mais sentido do que se imagina.

A questão sobre animais de estimação está se tornando um capítulo a parte na sociedade na qual vivemos. Não vou nem entrar no mérito da questão em argumentar porque tantas pessoas se apegam mais aos animais de estimação do que as próprias pessoas que o cercam. Isto é outra situação a parte!

Hoje, raramente se encontra um lar que não possua algum tipo de animalzinho de estimação. Fato é que entraram eles de vez para dentro de nossas casas, e, consequentemente se os “donos” dos tais não os educam – principalmente cães e gatos – eles poderão se tornar “motivo” de maledicência e mal testemunho contra seus donos, sejam estes cristãos ou não, todavia, sobre o cristão pesa a responsabilidade de “amar o próximo como a si mesmo”.

A Bíblia – que de tão completa que é – traz em Provérbios 12:10 uma orientação acerca de como cuidar dos animais, e, embora não se intitula ali “animais de estimação”, bem sabemos que o texto é abrangente. Logo, quando afirma que o “justo” possui “consideração” pela vida de seus animais, figuram dentre eles os de estimação; e em os considerando, certamente fará o melhor para tê-los sem que os tais provoque um ambiente desagradável ou promovam irritações na vizinhança.

É lógico que um cachorro deve latir, porém, se seu latido se torna insistente provocará irritação aos que estão próximos. O mesmo se aplica aos gatos, ainda que em menor intensidade! Ambos DEVEM ser educados. É possível notar que em lares onde impera a desarmonia e a irritação, se houver animais de estimação os tais evidenciam o mesmo comportamento agressivo e irritadiço.

A poderosa Palavra de Deus nos chama a atenção em Filipenses 4:5 que: “Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor”. Este termo (equidade) possui dentre outros, o sentido de “disposição para reconhecer imparcialmente o direito de cada qual”. Assim, se eu tenho direito, logo, o meu próximo TAMBÉM TEM. Ou seja, se por um lado tenho direito de ter um “animalzinho de estimação” por outro lado – meus vizinhos também tem o direito de não ser importunado por ele.

Percebe-se que, como não há legislação clara a esse respeito, cada qual tem defendido o “seu direito” sem se importar com o próximo e isso não se compatibiliza com o estilo do cristão.

Jesus mesmo quando perguntado sobre qual o grande mandamento da lei, respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo” – (Mateus 22:36-39).
...Amar a Deus sobre todas as coisas e O PRÓXIMO COMO A TI MESMO...

Estamos vivendo uma era complicada, cujas pessoas creem ter direito a tudo, porém, quanto aos deveres, pouquíssimos os que atentam para os tais. Assim, por exemplo, é prazeroso “eu” ter o direito de dormir em paz, mas, “produzir paz” para que “outrem” (o meu próximo) durma em paz... é outra história.

Temos que fazer a diferença para que o “mundo” veja a diferença e saiba que o título que ostentamos de cristão de fato e de verdade nos torna “seguidores” e “parecidos” com Cristo em tudo.

“Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve” – Malaquias 3:18.
Caso você possua algum animal de estimação, faça um exame e veja se o Nome do Senhor não está sendo infamado pelo fato de ele (ou eles) estarem produzindo irritação na vizinhança. (Romanos 2:24).

Encerro esta pequena meditação com as palavras do apóstolo João em 1 João 3:18: “Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade”.

INFORMAÇÕES ÚTEIS ACERCA DE ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO:

A vida média de um cachorro é em torno de 15 anos. Na fase idosa é quando ele mais precisa de você.

Antes de comprar ou adotar um animal de estimação pense:

- Animais precisa de visitas periódicas ao veterinário.
- Animais fazem bagunça, mordem e destroem objetos e ficam doentes.
- Animais precisam de tempo e paciência. Você pode ensinar regras, fazer passeios e dar atenção que eles precisam?
- Se mudar de residência irá leva-lo?

VACINAS:


45 dias – Vacina para filhotes.
60 dias – Primeira dose Vacina Multipla – Primeira dose contra GIARDIA  - Contra Tosse dos Canis.
90 dias – Segunda dose Vacina Múltipla – Segunda dose contra GIARDIA
120 dias – Terceira dose Vacina Múltipla
A partir de 4 meses de idade – ANTI-RÁBICA
*As vacinas Anti-Rábica e Múltipla (óctupla) devem ser repetidas anualmente!!!

CASTRAÇÃO:

Castração ou esterilização é uma cirurgia que impede a procriação. NÃO HÁ LARES PARA TODOS...

Vantagens da castração:

-Diminui drasticamente o risco de doenças nas vias uterinas, câncer de mama, câncer de útero, câncer de próstata e câncer de testículo;

-Elimina a gravidez psicológica – comum em algumas fêmeas após o término do cio, e que ocasiona aumento das mamas, a produção de leite e irritabilidade excessiva;

-Diminui os riscos da fugas e brigas, que podem acarretar acidentes graves e até fatais;

-Diminui o hábito de animais urinarem nas paredes e móveis para marcar território. A urina também perde o odor forte e desagradável;

-Acaba com os latidos, uivos e miados excessivos que ocorrem por ocasião do cio (e que incomodam todo mundo);

-Elimina os estados de excitação por falta de cruzamento (e o embaraço com as visitas!);

-Elimina a inconveniente perda de sangue nas cadelas durante o período do cio, assim como as desagradáveis reuniões de animais machos na porta de sua residência;

-A cirurgia, feita sob anestesia geral, é indolor e dentro de um ou dois dias, o animal estará brincando e retomará suas atividades normais.

ESTATÍSTICAS:

Uma única cadela, em seis anos pode dar origem a até 6.000 (seis mil) descendentes.

Uma gata, em dois anos, pode deixar 2.000 (dois mil) descendentes.
(Fonte: WSPA (Sociedade Mundial de Proteção dos Animais)

GUARDA RESPONSÁVEL:


Ninguém é obrigado a ter um animal de estimação, mas se quiser ter, DEVE CUIDAR ATÉ O FIM!

O seu animal deve estar sempre seguro em casa, jamais solto na rua.

Ao sair de casa mantê-lo sempre na guia, isso evita fugas, atropelamentos, incidentes, etc.

Identifique-o com plaqueta ou microchip.

Mantenha os potes de água e ração sempre limpos, a casinha e cobertores do animal devem ser lavados regularmente.

ABANDONO DE ANIMAIS É CRIME – Lei Federal 9.605/98

Praticar atos de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou exóticos é crime previsto na Lei Federal 9.605/98, com detenção de três meses a um ano. Se você presenciar qualquer animal sendo maltratado, denuncie a delegacia da polícia civil mais próxima ou na promotoria do meio ambiente: 0800-6430-304.

Fonte: Você quer um animal de estimação? Você está preparado para tê-lo?
Governo do Estado do Paraná.

Assine News

Inscreva-se para receber POR E-MAIL diariamente nossa palavra.
Nome
E-mail
Confirme E-mail


  1. O número DEVERÁ estar cadastrado no WhatsApp.
  2. Nome Completo(*)
    Entrada Inválida
  3. DDD + Telefone(*)
    Entrada Inválida
  4. Email(*)
    Entrada Inválida

Artigos

Doe Agora

eBook - Livros!

   

Visitantes Online

Temos 320 visitantes e Nenhum membro online

Deus se importa

Se você precisa de uma palavra abençoadora para o seu coração, então clique AQUI.

Recursos

banner-monte-sinal